Justiça eleitoral autoriza a criação de mais dois partidos eleitorais

O registro feito torna a participação na eleição garantida. Com a aprovação do PROS, Partido Republicano da Ordem Social, e do partido Solidariedade, agora há 32 partidos no país. Todos poderão ter candidatos a presidente, a governador, a senador e a deputados federal, estadual e distrital. Eles terão direito a dinheiro público do fundo partidário e também tempo no rádio e na TV.

Para conseguir o registro os partidos precisaram apresentar pelo menos 492 mil assinaturas de eleitores e tiveram que criar diretórios em pelo menos nove estados. O prazo para registro de novos partidos termina no dia 5 de outubro, exatamente um ano antes da eleição.

Até a data limite serão apenas mais três sessões no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os ministros deverão julgar, entre outras questões, o pedido de criação da Rede Sustentabilidade, da ex-senadora Marina Silva. Mas a nova legenda ainda não apresentou o número necessário de assinaturas de eleitores.

 

Fonte

Tagged with:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *